Publicidade

Viagem

Riviera Francesa: Côte D`Azur

03/03/2020 às 10:51 / Fonte Fotos: Diego Porto / Por Diego Porto

Riviera Francesa: Côte D`Azur


Quando decidi conhecer a Riviera Francesa, a icônica Côte d’Azur (ou Costa Azul) elegi uma cidade base para me instalar, e não pude pensar em outra além da badalada Nice, em decorrência de sua proximidade com as demais cidades as quais almejei visitar: Monte Carlo, Cannes e Saint-Tropez. Ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Nice, segui para o hotel Brice Garden, com uma localização excepcional e próxima dos principais destinos da cidade, como o famoso Hotel Negresco, o Promenade des Anglais e o Jardim Albert I.

Dentre as outras atrações oferecidas pela cidade, não poderia deixar de destacar o letreiro da cidade, de onde se tem uma vista incrível do mediterrâneo, bem como da cidade e seu porto. A Place Macena é outro destaque imperdível na cidade, compre seu café e aprecie os detalhes ímpares de cada um dos edifícios que circundam a praça.

Em  Monte Carlo, área mais disputada do Principado de Mônaco, a sensação de estar andando por um grande resort permeia todas as ruas da cidade. Indico três hot-spots imperdíveis na cidade: o jardim dedicado a princesa Grace Kelly (Jardin Japonais), a ala aberta ao público do Cassino de Monte Carlo e o Palais de Monaco, de onde se avista toda a baía do principado. Para os que passam poucos dias na cidade, o passeio no estilo hop-on hop-offnos ônibus panorâmicos do Monaco Le Grand Tour pode ser um jogo certo. Para a noite, o Stars ‘n Bars será uma pedida certa. Cardápio a preço justo e uma vista ùnica da cidade inteiramente iluminada.

O ápíce de Saint-Tropez, para muitos, é o verão. As ruas ficam repletas de turistas, longas filas por todos os lugares e os restaurantes saturados, o que pode tornar a experiência  desagradável para aqueles que gostam de programações mais tranquilas. Já no outono, a cidade bem mais calma, torna-se atrativa por seus cafés e restaurantes. Recomendo uma visita a Maison des Papillons (Museu de Borboletas), o aconchegante café Senequier com vista para o mediterrâneo, seguido de passeio pela Doca Jean Jaurès, de onde terá uma bela vista de Saint-Tropez.

Sinônimo de uma das maiores premiações do cinema Cannesé, para mim, a mistura de Nice e Saint Tropez, em proporções menores. A cidade é muito aconchegante, e um passeio pelo Boulevard La Croisette é imprescindível. A parte antiga da cidade também é um ponto imperdível da visita, com prédios coloridos e as charmosas ruas estreitas.

Em suma, viajar no outono pode ser a melhor opção se a preferência for a de realmente mergulhar na cultura local e desfrutar de tudo que as cidades têm a oferecer com maior tranquilidade, já que a baixa estação não atrai tantos turistas quanto o verão. As temperaturas tendem a estar amenas, o que significa esquivar-se do terrível calor europeu e, também, das temperaturas negativas.